TUGAZOMBI

cadáver semi-frio com cereja na terceira narina

sexta-feira, março 17, 2006

18

químico sol a tempo d'arquear o caule
erguido a nós quebrado em dois
um beijo no orvalho crescente
entre narizes que a luz adensa e inebria
p'la estéril doçura a trilhar no dorso

ouves eu dentro a consertar raízes
ampliando a vegetação
colhendo frutos sonoros numa nave d'âmbar
engordando o caule com barriga televisiva

renasceremos mudos no tráfico de sementes

Porfírio Al Brandão
in episódios

7 Comments:

Blogger alice said...

boa noite, porfírio

venho retribuir e agradecer as tuas visitas tão simpáticas

e desejo-te um bom fim de semana

e gostei de vir aqui

beijinhos, alice

9:32 da tarde  
Blogger Alma said...

Gostei imenso, senti-me bem a ler.
Bom fim de semana:)

10:52 da tarde  
Blogger martim said...

renasceremos pois com este relâmpago episódico. abraço de admiração.

10:59 da tarde  
Blogger Mendes Ferreira said...

tu nunca mudo....tu sempre gritante.! bom dia. em Akaba..... beijo.

10:39 da manhã  
Blogger TMara said...

«(...)a consertar raízes(...)» tua tarefa maior. Ao k me parece.
************
********
*****
***
*
Bjs e;), muitos para te encherem o f.s

11:42 da manhã  
Blogger tecum said...

Escasso o tempo, agradeço a amável visita comentada a T.
Vi a página, encantaram-me as imagens. Textos, terei de voltar para a semana...

Abraço. Bom fds

4:26 da tarde  
Blogger alice said...

um bom domingo, querido amigo

vou linkar-te, ok?

beijinhos,

alice

6:25 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home