TUGAZOMBI

cadáver semi-frio com cereja na terceira narina

segunda-feira, novembro 21, 2005

DILÚCULO

holofote – o pastor das cabras que enojam o mundo

crescem canas verdes no baldio dos olhos
pendem cápsulas nos lóbulos das orelhas – estratos vicejam
na gaguez matinal,
ousam recriar a mensagem fotoeléctrica do holofote
enquanto perturbado pastor

jejuam plantas
em contínuo coito assistido pela rara lascívia
de artrópodes bem-humorados
com o seu quê de obscenidade ardilosamente
explorada
pelo leque versátil de sobreluzidos apêndices

só e sonâmbulo,
estado de quem conhece a refractária pérola de lis;
no lugar do coração um caroço – é uma estátua
cujo bronze amadurece

Porfírio Al Brandão
in Iconocaptor
pré-publicação

7 Comments:

Blogger Mendes Ferreira said...

e assim tu vais amadurecendo o grito...e crescendo....bjo.al apaixonado...:)

1:12 da manhã  
Blogger hfm said...

"no lugar do coração um caroço – é uma estátua
cujo bronze amadurece"

chega a doer.

1:08 da tarde  
Blogger Rosario Andrade said...

Porfirio,
...como gosto de te ler!... nao sei como consegues subjugar assim as palavras. és um domador!

Abracicos!

1:14 da tarde  
Blogger Pinto Ribeiro said...

boa noite ó Domador. 1 abraço Kamarada.

7:13 da tarde  
Blogger Pinto Ribeiro said...

boa noite ó Domador. 1 abraço Kamarada.

7:13 da tarde  
Blogger O GRITO said...

O Grito: ó marado continua a escrever assim,estava a ficar a assustado.um abraco do alentejano.

11:50 da tarde  
Blogger C.S.A. said...

Lá o caroço no lugar do coração é mesmo «bronzífero»!
Boa noite, Porfírio e Sérgio. Não sei que responso rezaram aos Pianos que eles desafinaram de todo... não consigo arrancá-los e já são 2 da matina.

2:04 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home