TUGAZOMBI

cadáver semi-frio com cereja na terceira narina

quinta-feira, novembro 17, 2005

MESA PARA UM

comprei rosas vermelhas para o jantar.
de tão avesso natural, amputo-lhes as pétalas e meço
a cova triangular do peito aborrecido – como tudo
se faz tão igual

sucumbem ao serem cozinhadas, povoam-nas cores
da ignomínia – as rosas destronadas no prato.
revelo-lhes a fúria metálica e estridente dos talheres, e
no alto da coluna humana a boca impacientemente
cromática, já fonte.
ao mastigá-las olho-as por dentro, avanço no corredor
da perversão; aí denoto o busto poliédrico de vivo
movimento, florindo para íntima navegação
na mesa oceânica, onde presas se entrecruzam
as ondas de pinho

melancólica nuvem de espuma – sobrevém-me

o dia cru
Porfírio Al Brandão
in Iconocaptor
pré-publicação

4 Comments:

Blogger Mendes Ferreira said...

MESA PARA O FESTIM DAS PALAVRAS...!BELO. BJO.

8:13 da manhã  
Blogger Rosario Andrade said...

Belissimo.

Abracicos!

9:48 da manhã  
Blogger Pinto Ribeiro said...

rosas? dasse. pró jantar GAIJAS, DASSE.

7:27 da tarde  
Blogger TMara said...

como toda a beleza não podem ser consumidas. arriscamo-nos a k nos consumam.Bjocas

12:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home