TUGAZOMBI

cadáver semi-frio com cereja na terceira narina

quinta-feira, outubro 12, 2006

branca e curvilínea a estação na qual floresce a palma dos mortais que, ansiosos por cortejarem os arbustos carregados de bagos químicos letais,

ignoram a húmida palha da sangria - fátuo manjar dos justos - remetida a um canto já fria, foco de poder e ameaça.
[Porfírio Al Brandão in O Bailado das Facas 2004]









































Max Beckmann (1947 e 1933)

6 Comments:

Blogger duendenery said...

Um dia destes, deveria levar este poema, subir à mesa daquela sala e gritá-lo em goelas.

bjito

8:10 da manhã  
Blogger Mendes Ferreira said...

ufffffffff....

que bom voltar a encontrar.te....embora eu seja uma
previlegiada....é que te tenho à cabeceira...:)))).


beijos al Poeta. muitos.

10:41 da manhã  
Blogger a rasar o ceu said...

saudade.

7:43 da tarde  
Blogger alice said...

então, porfírio? desaparecido para sempre? vou pedir ao pai natal notícias tuas no sapatinho ;)* beijinhos e saudades. muitos. muitas.

1:54 da tarde  
Blogger Mendes Ferreira said...

estás bem???????????


__________________


beijos. muitos.

1:06 da tarde  
Blogger Y. said...

não sei se me lês....mas eu LEIO-TE.



__________________

tenho a sorte enorme de te ter em casa.

7:23 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home